quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Debutando na neve

Se esta será a sua primeira viagem para esquiar, nós preparamos uma lista com dicas importantes para você.

Faça um seguro de viagem se seu pacote não incluir um. Eles custam mais para viagens na neve, mas vale a pena ir tranqüilo. Ao adquirir um seguro de viagem fora do pacote, verifique se o seguro cobre a prática de esqui.

Se você não faz exercícios regularmente, comece a se preparar para a viagem pelo menos um mês antes. Faça caminhadas ou pedalando, pois o esqui exige um bom preparo físico.

Caso você ainda não tenha roupas e equipamento de esqui, não se preocupe, você poderá alugar a roupa e o equipamento na estação de esqui.

Caso esta seja a sua primeira viagem, não compre o seu próprio equipamento. O equipamento de esqui é caro e você poderá adquirir um equipamento que não é o ideal para você. Além disso, a melhor época para comprar equipamento de esqui é no final da temporada, quando você consegue um bom desconto nas liquidações.

Quanto às roupas de esqui, compre tudo o que você não puder ou não quiser alugar, para garantir o máximo de conforto.

Leve protetor solar e óculos escuros para proteger seus olhos e pele da claridade.

Para economizar nas aulas, forme um grupo e divida as despesas.

Evite aulas com grupos que tenham mais de 6 pessoas. Na maioria das vezes os movimentos básicos do esqui podem ser aprendidos em uma hora. Em dois ou três dias a você já consegue se aventurar sozinho nas pistas mais simples, Green Circle – Iniciante.

Não se desespere ao cair. Cair faz parte do esporte. Ao cair, tente virar de lado para não se machucar.

Comece pelas pistas mais simples, Green Circle – Iniciante, e só passe para as de maior grau de dificuldade, Blue Square – Intermediário e Black Diamond - Avançado, quando já estiver se sentindo confortável.

Tome cuidado ao acompanhar os esquiadores mais experientes. Ninguém o impedirá de subir nas pistas mais difíceis. O problema será descer, já que em muitas pistas só há a possibilidade de descer esquiando.

Antes e após esquiar, faça alongamentos para evitar contusões musculares.

Evite comer muito ou beber bebidas alcoólicas nos intervalos para descanço, já que os reflexos ficam mais lentos.

Se você se interessa pelo snowboard, saiba que ele exige mais equilíbrio.

Se você usa piercing de metal no nariz, sobrancelha ou qualquer outra parte do rosto tire-o ao esquiar. Ele pode congelar ou mesmo causar algum ferimento no caso de queda.

Glossário

Après-ski - É a expressão francesa, conhecida por esquiadores do mundo todo, que designa todas as atividades realizadas após a jornada de esqui até a hora do jantar.

Bumps - São ondulações nas pistas de esqui. Podem ser notados com freqüência nas pistas mais inclinadas, onde as marcas deixadas pelos esquiadores são mais fortes. Em alguns lugares, os bumps são deixados propositalmente nas pistas.

Lifts - São os elevadores que servem para levar os esquiadores e snowboarders até o começo de uma pista.

Ski-lift - É o meio de elevação individual onde os esquiadores e snowboarders são puxados para o topo da pista, com os esquis deslizando no chão.

Gondolas - São os elevadores fechados.

Chairlift - São os elevadores abertos, normalmente com capacidade de 2 a 6 pessoas.

Trails - São as pistas ou caminhos catalogados e especialmente cuidados para a prática de esqui/snowboard. Nos mapas são publicados seus níveis de dificuldade que são identificados pelas cores. No Canadá, as pistas identificadas como Black Diamond – Avançadas e Experientes; Blue Square - Intermediárias e Green Circle - Iniciantes.

Ski in/ski out - É o tipo de hotel ou outra acomodação em que se pode chegar e sair esquiando.

Ski pass - Passe de acesso aos elevadores e pistas de uma estação de esqui.

Snow Update - São os boletins que informam as previsões e condições da neve e tempo na estação de esqui.

Green Circle – Pista com nível de dificuldade iniciante.

Blue Square - Pista com nível de dificuldade itermediária.

Black Diamond - Pista com nível de dificuldade avançada ou que exija experiência.

Snowmobile - Moto especial para a neve.

Snowmaking - São equipamentos especiais para a fabricação de neve artificial, suprindo assim, as regiões em que haja escassez e possibilitando uma neve constante e uniforme.

Snowboard - É o surfe na neve, praticado com uma prancha especial Pode ser praticado dentro das pistas ou fora delas. Existem diversas modalidades de snowboard para competiçã slalom, slalom gigante, super gigante, free-style e big-air.

Ski Alpino - É a modalidade de ski onde os praticantes descem as montanhas, impulsionados pela força da gravidade (é feito com um par de esquis fixos aos pés e dois bastões). Pode ser praticado dentro das pistas ou fora delas (off-skiing). Existem diversas modalidades de ski alpino para competição slalom, slalom gigante, super gigante e downhill e free style, que é feito em pistas preparadas.

Heliskiing - Prática de ski alpino fora das pistas, em áreas de difícil acesso para as quais os esquiadores são transportados de helicóptero.

Cross Country - É o ski praticado através de movimentos alternados de braços e pernas, que, se empurrando, garantem a locomoção do esquiador em pistas planas ou levemente inclinadas (pratica-se com um par de esquis e dois bastões). É diferente do Ski alpino no equipamento. O calcanhar da bota é solto, ficando o pé preso ao esqui apenas pela ponta.

Snowshoeing - É a caminhada na neve feita com sapatos especiais.

Helisurf - Prática de snowboard fora das pistas, em áreas de difícil acesso, para as quais os snowboarders são transportados de helicóptero.

Free style - É a prática de ski ou snowboard com manobras livres, acrobáticas.

Dog sleigh - É um trenó puxado por cães.

Horse sleigh - É um trenó puxado por cavalos.

Tipos de Neve:

A neve, fascinante fenômeno natural tão estranho para o brasileiro, é muito mais do que água congelada caindo do céu. A neve é na verdade uma forma de precipitação na forma de cristais de gelo. Esses cristais de gelo são formados por água, que congela em forma de prismas hexagonais devido a sua estrutura molecular. Ao se formar, esses cristais de gelo podem cair na forma de cristais de neve, flocos de neve, gotas super geladas que congelam-se ao tocar qualquer coisa, ou granizo. Em uma estação de esqui, é possível encontrar diferentes tipos de superfície de neve dependendo da altitude, temperatura e do número de pessoas que já marcaram a neve. Para ser um bom esquiador é preciso saber lidar com todos os tipos.

Powder
Powder é a neve recém-caída, fresca e intocada. A sobreposição de inúmeros cristais e flocos de neve forma uma camada de neve lisa e macia sobre as montanhas, proporcionando a sensação de flutuar ao esquiador. O powder normalmente se compacta em diversas camadas, formando uma travesseiro natural para as quedas. A maioria dos snowboarders e esquiadores consideram o powder a melhor superfície, pois além da incrível sensação de flutuar que proporciona, é também a melhor condição para se tentar novas manobras, fazer curvas cavadas e controlar a velocidade.
Ainda assim, o powder pode ser um obstáculo para quem não está acostumado. Quando esquiando sobre neve fresca, é muito importante que você mantenha a velocidade. Se for muito devagar, irá afundar e ficar preso, tendo o trabalho de desfazer da neve sobre seu equipamento e tentar ganhar movimento novamente. Para evitar afundar na neve, você deve manter a base de equílibrio levemente para trás e apotando o bico do snowboard para cima. Se o powder estiver fundo, o ideal mesmo é mover os dois bindings um pouco para trás, dessa forma o esforço será bem menor.
Devido a sua superfície macia, as pessoas costumam se arriscar um pouco mais do que o normal. No entanto, é muito importante lembrar que o powder pode estar cobrindo pedras, gelo, árvores e até mesmo buracos, com uma fina camada apenas, formando uma armadilha natural. Mantenha os olhos abertos, principalmente se estiver andando fora de pista ou em uma região que ainda nao acumulou um boa base de neve durante a temporada.

Crud
Embora o termo não seja muito usado, Crud é a próxima fase depois do powder. Conforme mais e mais pessoas passam sobre o powder, a neve empilha-se em certas áreas e compacta-se em outras. A camada de neve, antes lisa e fresca, fica toda marcada e repleta de áreas com neve similar ao powder e outras aéreas com neve mais dura e escorregadia. Esquiar sobre a neve crud é um um pouco mais difícil que o powder, mas ainda muito divertido. O segredo é andar de forma mais agressiva, mantendo os joelhos mais flexionados para absorver o impacto do terreno irregular.

Crust
Crust significa crosta em português, e como o próprio nome diz, esse tipo de neve apresenta uma crosta mais dura por cima da neve mais macia. A crosta é formada quando os raios do sol e o vento derretem a camada superior do powder mas congelando-se novamente devido ao frio. Se a crosta for bem sólida, você vai esquiar a maior parte do tempo sobre a camada dura. Se a crosta for um pouco mais mole você irá provavelmente furá-la e deslizar por uma camada mais macia.
Assim como na neve crud, você deve descer de forma mais agressiva, ficar atento para as melhores opções de caminho e procurando se manter abaixo da crosta. Uma dica para se manter na camada mais baixa e macia é esticando os joelhos ou até forçando um pequeno salto nas curvas.

Slush
Quando a temperatura fica mais quente do que o ponto de solidificação da água, a neve começa a derreter, ficando cheia de água e grandes pedaços de gelo. Basicamente, a neve slush é muito parecida com um sorvete derretido. Por estar molhada, a neve é muito mais pesada e as curvas ficam muito lentas e difíceis. Movimentos ainda mais agressivos são necessários para manter a velocidade.

Icy
Odiado por snowboarders com a mesma intensidade que amam o powder, esse tipo de neve é exatamente o oposto do segundo - duro, escorregadio, e na maior parte do tempo considerado um inferno. Na verdade, você nunca vai encontrar gelo nas montanhas. O que encontra-se é um neve que já derreteu-se e congelou-se diversas vezes formando uma superfície sólida, que é chamada de icy em inglês. Quando a condição da neve é icy, torna-se muito difícil manter o controle, principalmente nas curvas. Um dos segredos para não cair e se machucar é fazer movimentos sutis. Se você tentar frear bruscamente ou colocar muita pressão nas bordas da prancha, vai provavelmente escorregar e sofrer uma dura queda. Mas dificilmente as condições serão 100% icy, portanto fique de olhos abertos e procure os caminhos por onde haja mais neve fofa. As condições da neve não afetam apenas a forma de esquiar, mas também as contusões. A neve compacta e dura normalmente gera alta velocidade e contusões de impacto. O powder e a neve pesada estão mais associados com torções. Portanto procure aprimorar sua técnica nos diversos tipos de terreno, mantenha os olhos abertos e divirta-se.

Nenhum comentário:

JcSHOW

Seguidores

Onde está o rei!

JC no Youtube

Loading...

No you, it´s 4shared