quarta-feira, 25 de maio de 2011

Lorena (Lorraine) - França

A Lorena é a única região francesa a possuir fronteiras com três outros países: a Bélgica(Valônia), Luxemburgo e a Alemanha (länder de Sarre e Renânia-Palatinado). Ela é também vizinha de três regiões francesas: Alsácia, Champanha-Ardenas e Franche-Comté.

A Lorena é um vestígio do reino do carolíngio Lotário I, a Lotaríngia, enquanto seu irmão Carlos o Calvo recebia a Frância ocidental (França) e Luís o Germânico a Frância oriental(Germânia).

Quando o reino loreno desaparece, seus dois vizinhos não tardam a cobiçá-lo. Através do Sacro Império Romano-Germânico, é a última que toma o controle da região inicialmente, mas, com o passar dos séculos, o reino da França toma pouco a pouco o controle deste território. Apesar das últimas tentativas, em 1870 e 1940, a Lorena está hoje em dia profundamente integrada à França.

Com 44 bilhões de euros, a Lorena é responsável por 3,4% do PIB francês, o que a situa no oitavo lugar entre as 22 regiões francesas. Os serviços terciários e a logística são os setores com a mais forte progressão. Paralelamente, a situação das indústrias tradicionais (indústria têxtil, exploração mineira e metalurgia) se degrada, originando em conseqüência duas importantes dificuldades na região: uma taxa de desemprego elevada (mas inferior à média nacional) e um grande número de sítios poluídos e freqüentemente abandonados.

Pela sua posição geográfica, a Lorena foi uma região de trocas culturais privilegiadas entre a França e as culturas germânicas. Assim, diversas inovações entraram pela Lorena antes de se espalhar pelo resto da França (música, gastronomia, etc.). A Lorena também foi o berço de movimentos culturais originais, dentre os quais o mais famoso é certamente o art nouveau, levado à França pela 'École de Nancy.

Lorenos célebres
Maurice Barrès (1862-1923), escritor e político
Jacques Callot (1592-1635), artista
Hubert Curien (1924-2005), físico, político
Bruno d'Eguisheim-Dagsbourg, o papa Leão IX (1002-1054)
Jules Ferry (1832-1893), político
Émile Jules Gallé (1846-1904), artista art nouveau
Émile Durkheim
Charles Hermite (1822-1901), matemático
Joana d'Arc (1412-1431)
Patricia Kaas (1966-), cantora
Georges Imbert ( 1884 - 1950 ), inventor do gerador de gás de síntese.
Edmond Laguerre (1834-1886), matemático
Jack Lang (1939-), político
Charles Messier (1730-1817), astrônomo
Michel Platini (1955-), futebolista
Raymond Poincaré (1860-1934), político
Jean-Victor Poncelet (1788-1867), matemático
Henri Poincaré (1854-1912), matemático
Paul Verlaine (1844-1896), poeta
Antoine de Ville, primeiro alpinista conhecido (cerca de 1492).

Mosela (em francês Moselle) é um departamento da França localizado na região de Lorena, sua capital é a cidade de Metz. O nome do departamento vem do rio Mosela que o atravessa. Na lista dos departamentos franceses tem o número 57. A Mosela foi um dos primeiros departamentos criados pela Revolução Francesa, o 4 de março de 1790 por aplicação da lei do 22 de dezembro de 1789, dividindo a província de Lorena.

Conheceu várias mudanças de fronteiras até elas serem fixadas em 1815. As cidades de Saarbrücken e Saarlouis, hoje alemãs, fizeram brevemente parte do departamento. Nessa época, o departamento era dividido em quatro arrondissements: Metz (capital do departamento), Briey, Sarreguemines e Thionville. O departamento desapareceu em 18 de maio de 1871, após o tratado de Frankfurt, quando a Alemanha anexou a maior parte do departamento, parte do departamento da Meurthe e quase toda a Alsácia. Só o extreme oeste da Mosela ficava francês, sendo integrado no novo departamento Meurthe-et-Moselle, formando o atual arrondissement de Briey.

Sarralrtoff 2008 village
Os territorios tornando-se alemães incluíam a parte germanófona da Lorena, com Boulay, Sarreguemines e Sarrebourg, mas também regiões onde sempre se falava francês, como Metz e Château-Salins. O conjunto formava um Bezirk, cuja capital foi Metz. Quando em 1919, o tratado de Versalhes entregou para a França os territórios lorenos perdidos, não foram reconstituídos os antigos departamentos, mas o Bezirk de Metz mudou para departamento de Mosela, com os "arrondissements" de Boulay-Moselle, Forbach, Metz, Sarreguemines e Thionville (parte da antiga Mosela) e os de Château-Salins e Sarrebourg (parte da antiga Meurthe). O departamento de Meurthe-et-Moselle ficou assim sem nova mudança. Durante a segunda guerra mundial, após o armistício de 22 de junho de 1940, a Mosela foi de novo anexada pela Alemanha e integrada no Gau Westmark com a Sarre e o Palatinado. A importância da população francófona induziu o Gauleiter Bürckel a pronunciar expulsões maciças de todos os elementos que lhe pareciam não ser seguros, sem considerar critérios raciais, ao contrário do seu colega Wagner, em carga do Gau Baden-Elsass, quem não queria entregar ao inimigo «o precioso sangue germânico». Aparentemente tratados pior que os moradores da Alsácia, os Lorenos expulsos se felicitaram do seu destino quando, em 1942, os alsacianos-lorenos que ficavam foram incorporados à força no exército alemão. A Mosela foi libertada, na maior parte, pelos americanos em 1944, mas algumas vilas só foram libertadas mais tarde (até março de 1945). Por causa da anexação de 1871, o departamento da Mosela (tal como os da Alsácia) fica no regime do concordado de 1801.

Dois círculos foram assinalados na França durante o verão de 2009, o primeiro perto de Bourges uma comuna francesa na região administrativa do Centro, no departamento Cher. Estende-se por uma área de 68,74 km², com 75.609 habitantes, segundo os censos de 1999, com uma densidade 1.100 hab/km².


a segunda em Lorena, na aldeia de Bourscheid Hérange (cantão de Sarrebourg)

O número de círculos formados na França é baixa a cada ano. No entanto, esta tem sido observado nos últimos anos uma concentração incrível ao redor da cidade de Sarrebourg, em Moselle.

2006: em Hilbesheim (5 km ao norte de Sarrebourg)em Sarraltroff (5 km ao norte de Sarrebourg)

2007: em Hesse (5 km ao sul de Sarrebourg)

2008: Sarraltroff (5 km ao norte de Sarrebourg) no campo de milho mesmo que em 2006

2009: em Bourscheid (10 km a leste de Sarrebourg)

Nenhum comentário:

JcSHOW

Seguidores

Onde está o rei!

JC no Youtube

Loading...

No you, it´s 4shared