sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Cruzeiro Universitário

Informações sobre o "produto turístico" CRUZEIRO MARÍTIMO, estatísticas:

Conforme a Revista Braztoa Magazine de Agosto de 1992, o hoje fundador da ABREMAR - Ass.Brasileira dos Representantes de Empresas Marítimas e Diretor da Sun&Sea, já dizia: Os cruzeiros marítimos são e prometem continuar sendo por um bom tempo, o mais atrativo e rentável produto turístico. Eles completam sonhos, renovam os prazeres de viajar unindo lazer, entretenimento e conforto. Os navios são resorts flutuantes capazes de atender as exigências de todos os gostos. E dizia mais deste produto, já naquela época: Em 1991 vendeu-se 4 milhões de passageiros. É o melhor produto em relação ao preço pago (custo benefício). O cruzeiro atende a preferência de todas as idades, especialmente os de duração de sete dias ou mais. Em maio de 2006 a ABREMAR, junto com a ABAV e o SINDETUR, apresentou os resultados de uma pesquisa da USP, encomendada pela Abremar, sobre a demanda, atual de cruzeiros marítimos no Brasil, com os seguintes números:

No período de Jan/05 a Jan/06 em várias cidades brasileiras, buscamos um perfil dentre 1.100 passageiros e tripulantes de cruzeiros: predominou a idade superior a 30 anos (dentre os passageiros); o nível de escolaridade mostrou-se do médio completo ou universitário; a renda mensal mostrou-se em torno de R$ 5.000,00 a maioria dos clientes viajou com a família;
70% são clientes habituais de cruzeiros;
90% deles tiveram a opção própria de viajar em navio;
95% tinha a intenção de repetir esse tipo de viagem;
a preferência por cruzeiros diante de outros tipos de viagem (aéreo, trem, ônibus ou de carro) foi de 42%.

OUTROS NÚMEROS DOS CRUZEIROS(Apontados pela Abremar)
Os cruzeiros cresceram 58% em passageiros, de 2005 para 2006; houve a geração de R$ 55 milhões em vendas, em 2005; só os cruzeiros geraram 4.200 empregos em 2005; na temporada 2006/2007 atenderemos 330 mil PAX, na costa brasileira. Os USA têm 8 milhões de usuários e a Europa 4 milhões. Dizem ainda os membros Abremar: O que dificulta um pouco a operação dos navios de cruzeiros é a exigência de as empresas terem 30% de brasileiros na tripulação; a taxa portuária alta (até US$ 24,00 por passageiro no Porto de Santos, por exemplo) e a falta de benfeitorias nas instalações portuárias, ao mesmo tempo que a infra estrutura das escalas não conseguem atender 2.000 turistas. Para ter-se uma idéia do alto custo, a Costa gastou R$ 2,5 milhões no verão 2005, só nos portos brasileiros, fora outras empresas.

PESQUISAS SOBRE O TEMA(CRUZEIROS MARÍTIMOS)
A CLIA - Cruise Lines International Association, também apresentou pesquisas,dentre as quais destacamos uma que explica os números dos cruzeiros, suas empresas e clientes: Se considerarmos que durante o ano os estudantes e profissionais em geral não podem viajar, vamos deduzir que nos feriados e nas férias,temos um perfil mais jovem de clientes nos cruzeiros marítimos em todo o mundo. Em 1999 os cruzeiros venderam perto de 6 milhões de passageiros. No ano 2000 teve um aumento de 12%, indo para 6.600 milhões. Em 2001 cresceu 25%, em 2005 teve um aumento de 20% e, em 2006, promete bater todos os recordes. As empresas associadas à CLIA atingiram 152 navios em 2004 chegando a quase 157 mil leitos. Os não associados tinham cerca de 30 navios, com mais 7.300 leitos.
Viajam com seus filhos 37%
Adolescentes e crianças durante o ano 10%
Casais viajando (o ano todo) 73%
Preferem cruzeiros curtos (3 e 4 dias) Até 39 anos
Itinerários médios (5 a 8 dias) 44
Durações de 9 a 14 dias 55
Cruzeiros de longa duração 56 em diante
Passageiros até 29 anos (no ano todo) 19%
De 30 a 44 anos de idade 31%
De 45 a 49 anos 28%
De 50 anos em diante 22%
Perfil profissional atividades dos clientes (estatística mundial):
Profissões variadas 29%
Profissionais liberais 23%
Gerentes de várias áreas 15%
Donas de casa 8%
Aposentados 10%
Proprietários (que vivem de renda) 15%
Clientes que viajam a lazer tem um perfil comum, que também se aplica a cruzeiros:
Gasta a sobra dos seus rendimentos, logo é um ótimo consumidor. É formador de opinião, por que assina jornais e revistas, além de usar a internet.
Esse cliente tem seus próprios sonhos e gostos, não os do vendedor da agência. Quando decide comprar (quase sempre)está motivado por parentes, amigos & mídia. Costuma ser pessoa bem vivida e instruída, logo, sabe o que quer.

PLANTAS DOS DECKS / VANTAGENS DOS CRUZEIROS MARÍTIMOS
Ainda falando do produto Cruzeiro Marítimo, a Sra. Carolyn Corrigan, Gerente de Vendas para a América Latina da Carnival (maior empresa mundial de cruzeiros, existente desde 1972),em sua entrevista dada à Revista Gerencia de Viajes $50, afirmou que os cruzeiros marítimos são excelentes para os clientes e para os agentes, com dez vantagens, a seguir:
Para os Clientes:
1. O navio é um destino em si mesmo, tem tudo para as férias: lazer e saúde.
2. Dá a chance de conhecer vários destinos sem a chata reorganização diária.
3. Sem os mesmos incômodos diários, você faz uma só vez o check in e out.
4. Você vai com seu hotel e não precisa fazer e refazer malas todos os dias.
5. Não há que sair atrás de comida, divertimentos e exercícios: o navio tem tudo.
Para os Agentes:
1. É uma venda garantida, com índice de 98% de satisfação, pela CLIA.
2. Há um alto índice de propaganda boa-a-boca que trás mais clientes
3. Pela pesquisa, alto número de clientes que repetem os cruzeiros: 40%.
4. Há cruzeiros c/ acomodações de vários tipos para agradar todos os gostos.
5. Ao Agente a chance de adequar ao cliente um preço,uma duração e destino.

A NAVEGAÇÃO E SUA HISTÓRIA RESUMIDA
Há quase 3.300 anos os Fenícios já tinham uma excelente navegação pelos mares, tanto que colonizaram a costa norte e noroeste africana e o sul da Europa. Há 2.500 anos os Gregos dominaram os Fenícios, assimilaram sua cultura e foram até o Oceano Atlântico Norte. Há 1.100 anos os Vikings, excelentes navegadores, foram até onde é hoje a América do Norte. Os Portugueses, com a sua Escola de Sagres, desde 1.415, montaram uma esquadra de 200 navios para expulsar os mouros do estreito de Gibraltar, além de aprimorarem a bússola, a cartografia, o astrolábio e a construção do melhor navio durante mais de cem anos: a Caravela. Porém, só em 1803, surgiu o fabuloso motor a vapor, para desenvolver os GRANDES TRANSATLÂNTICOS, os navios de linha. Esses barcos tinham 1ª, 2ª e 3ª classe, que não se comunicavam. Cada um mais bonito, confortável e maior que os vários outros que foram surgindo. Eis alguns dos belos liners que foram surgindo: Britannia/1840, Carpthia/1903, Mauretania/1907, Titanic/1912, Majestic/1939, Queenmary/1936, Queen Elizabeth/1940 e Queen Elizabeth II. Este foi um dos primeiro a ser transformados em NAVIO DE CRUZEIROS, com 70 mil toneladas e para 1.782 passageiros. O Eugenio C, o Norway e o Seawind também eram belos liners onde foram investidos milhões de dólares para transformalos em luxuosos navios de cruzeiros, com banheiros nas cabines, piscinas, restaurantes, lojas, academias, teatros, cassinos, bibliotecas, capelas ecumênicas, etc. Com a modernização das aeronaves, foi ficando cada vez mais rápido ir de um para outro continente e bem mais econômico percorrer longas distancias. Os navios liners foram falindo e sendo desativados. A histórica Agência Agaxtur, do italiano Aldo Leone, instalada desde 1953 em Santos e logo depois com filial na Cidade de São Paulo, foi pioneira a fretar parcialmente os Liners do Lloyd Brasileiro: Ana Nery, Princesa Leopoldina e Rosa da Fonseca, desde Santos até Manaus, iniciando assim o que logo depois chamou-se Cruzeiros Marítimos no Brasil, coisa já bem conhecida principalmente no Mar Mediterrâneo e Mar Egeu(Grécia). Em 1968 a Agaxtur fretou o navio italiano Andréa Costa, da Armadora Línea C, o que pode ter sido o 1ºCruzeiro em nossa costa, lembrando que a Agencia Abreu nessa época também fretou. Depois foram sendo construídos maravilhosos navios só para cruzeiros: Voyager of the Seas, com 142 mil toneladas e o Queen Mary II com 161 mil ton. Ainda em 2007 foi programado para navegar no Caribe o Freedom of the Seas com 160 mil ton.(Royal Caribeean)

COMO AVALIAR UM NAVIO DE CRUZEIROS
Em primeiro lugar, não compare nem confunda com os navios de linha (liners), como o Titanic de 1912. Lembre também que quem vai viajar é o cliente, logo é ele quem escolhe o navio, o destino, a duração, a data de saída, o preço e, por conseguinte, as acomodações. Considere que existem muitas empresas de cruzeiros, dezenas de navios, centenas de destinos e escalas, todos querendo vender seus produtos, com suas “próprias verdades”.
Você não deve apaixonar-se por nenhum navio, ou por empresa, nem destino ou cabine, mas precisa compreender todos eles (depois de estudá-los), para poder atender bem seu cliente e vender o que mais lhe agrade (não necessariamente o que agrade a você). O mais importante é você avaliar os navios como um todo e cada um com sua idade e tamanho, não preferindo o menor, ou o médio ou o grande, ou o novo, em detrimento daquele que mais se adequa ao “sonho” do seu cliente e da motivação dele, depois de ouvi-lo bem.
Considere que tem cliente mais interessado no destino do que no navio, mais preocupado com preço do que com o tipo de cabine, visando mais a data de saída do que a duração, mais atento ao evento ou tema que tudo o demais, mais necessitado da terapia do lazer do que das curtições a bordo, querendo o que sua mulher prefira, por ser lua-de-mel, etc. O famoso jornalista Boris Casoi, que apresentou os debates do Cruise Day (03/10/06), ao mencionar sua experiência em cruzeiros, disse que viajou à convite para a imprensa no itinerário Seattle/Juneau, no Alaska. Mais tarde levou sua esposa num cruzeiro ao Caribe e estava planejando ir à Antártida. Em nenhum momento falou dos navios, cabine & duração.

ÍNDICES DE QUALIDADE DOS NAVIOS DE CRUZEIROS elaborado por pesquisa da Associação dos Jornalistas Especializados dos USA, que definiu o ÍNDICE DE CONFORTO entre 25 mil e 35 mil TON por PAX e ÍNDICE DE SERVIÇOS entre 2,5 e 3,5 PAX p/tripulante.
Navio: Tonelag Cabines Conforto PAX Tripul. .Serviços Nts US$ pax
Mistral: 47.000 598 31,3 1500 470 3,2 3 450.00
Grand Voyager: 25.000 418 29,9 836 360 2,3 3 324.00
Costa Fortuna: 105.000 1358 30,3 3470 1027 3,4 6 710.00
Costa Romantic: 53.000 678 31,2 1697 600 2,8 3 310.00
Queen Mary II: 151.000 1310 48,6 3100 1253 2,3 12 1,794.00
Island Star: 47.000 753 25,1 1875 573 3,3 5 589.00
Island Scape: 40.000 771 23,3 1720 540 3,2 3 199.00
Armonia: 59.000 779 28,3 2087 700 3,0 3 370.00
Sinfonia: 59.000 777 28,3 2087 700 3,0 7 1,170.00
Pacific: 20.000 328 30,8 650 353 1,8 All Inc 3 260.00
Skywonder: 47.000 606 30,3 1550 608 2,5 All Inc 4 520.00
Blue Dream: 30.200 358 36,5 820 376 2,2 All Inc 3 415.00

OUTROS ASPECTOS POSITIVOS DO PRODUTO CRUZEIRO
Uma pesquisa mostrou que 65% dos adultos sonha em fazer um Cruzeiro Marítimo
um dia e 34% pretende faze-lo dentro dos próximos cinco anos, com navio a escolher. Cruzeiro Marítimo é o produto turístico que mais satisfação traz aos clientes e 90% deles pretendem tornar a fazer outros cruzeiros marítimos diferentes brevemente. Muitos Agentes e clientes em potencial têm a falsa idéia de que Cruzeiro é caro, porém, seguramente este é o produto mais econômico do ramo face ao baixo custo benefício. Compare um forfait de 7 dias no Caribe, com Hotel 4 estrelas por 6 noites, TKT aéreo para 3 ilhas, 3 refeições por dia, um show por noite mais transfers, que pode chegar ao pré- de US$ 1,700.00. Uma cabine média em qualquer cruzeiro custa cerca de US$ 120.00 por PAX em DBL que multiplicado por sete chega a US$ 840.00, isto é, 50% do forfait. Todos os navios de cruzeiros oferecem um serviço 5 estrelas se compararmos aos hotéis e, quase sempre têm à disposição mais alternativas que a maioria dos grandes resorts. Os navios esmeram em oferecer vários restaurantes e incluem 5 fartas refeições por dia; têm lojas/shoppings; academias, piscinas, quadras poli esportivas, cassinos, etc. Os portos e escalas são escolhidos com cuidadoso critério para mostrar atrações turisticas especiais e são vendidos passeios opcionais para conhecer as atrações turísticas. È possível atender a todos os gostos e possibilidades nas acomodações à bordo, existindo Cabines com Varandas, Externa, Internas, Suítes em decks superiores ou mais em baixo e todas tem banheiro, TV, Armário, Fone, Secador, Colchões c/ 15cm e ar cond.

Quando o cliente resolve viajar bem antes da data de partida (3 meses pelo menos), terá mais chance de encontrar destino, navio, data, duração, deck, cabine, tudo ao seu gosto, principalmente as vantagens de pagto. à prazo sem juros e 3ª/4ª pessoas grátis. O Jornal de Bordo (diário e grátis) informa sobre as várias atividades do dia seguinte, tais como: Sessão de Aeróbica, Brincadeiras na piscina, Recreações Infantis e Juvenis, Torneios, Aulas de dança, Shows, Cerimônias, Missas, Cultos, Tours Opcionais, etc.

COMO VENDER CRUZEIROS MARÍTIMOS - Primeiro é indispensável que quem atende o cliente tenha conhecimentos básicos do tema:
1)A Agência tem que ter um arquivo atualizado do material (Folhetos, Catálogos e Tarifários) de todas as empresas de cruzeiros, cobrindo o mundo inteiro, com acordo/contato com elas;
2)Os Atendentes precisam ler uma vez ou outra os Suplementos de Turismo dos principais jornais, pois são eles que muitas vezes trazem o cliente sabendo o que quer, por exemplo: Jornal da Tarde/QUI. Em 31/8/6 teve 3 anúncios de cruzeiros dos 9 anúncios de turismo Folha de S.Paulo/QUI. Em 07/09/06 publicou 3 anúncios de cruzeiros, dentre 17 de turis. O Estado/TER. Em 12/9/06 teve 8 anúncios de cruzeiros, dentre 24 de Agências de Tur. O Diário de S.Paulo/QUI.Em 31/8/06 teve anúncio de página inteira sobre cruzeiros, etc. O Jornal O Globo/QUI tem uma excelente Revista de Turismo, sempre com cruzeiros. A Folha do Turismo é um completo jornal mensal carioca, com várias páginas s/o tema. Não basta apenas ter um site e consultar outros, pois o cliente já o faz mas prefere a agência.
3)As Agências precisam anunciar para trazer os clientes às suas lojas, além das Malas Diretas bem boladas, telemarketing, promotores externos, site: os armadores coopatrocinam.
4)Claro que existem sites ótimos e inovadores como o www.novaairtour.com.br com informações sobre os Cruzeiros nas Ilhas Gregas, Turquia e Egito.
5)O Agente precisa ir a eventos como o Cruise Day, a Braztoa, a Abav/Feira das Américas e Seminários como os da Fenactur e dos Sindetur, ir aos portos visitar os navios e viajar neles quase grátis, como no Costa Romântica para B.Aires em 17/12/6 (5 dias) por US$ 149.
6)Para se informar rapidamente é bom ter Guias e Revistas de Viagens, como o Almanaque Abril, Guia 4 Rodas Brasil, Guia Panrotas, etc., assim você atende mesmo com pane no PC.
7)É muito bom ter posters de navios na Agência, para motivar os atendentes e os clientes.
8)É preciso contatar todos os representantes de navios pedindo um promotor e o material.
9)Releia e guarde em lugar de fácil acesso esta apostila para consultas suas e dos colegas.
10)As empresas de cruzeiros fornecem CDs e DVDs, além de posters e brindes sobre navios.

O CLIENTE E O ATENDIMENTO
É preciso ter o cliente como a razão de ser da Agencia, para que ele não só compre agora como volte outras vezes e traga seus parentes e amigos. A publicitária especializada Elaine Catardo, na Revista Turismo em Números, do Sindetur/SP, Edição 34, destaca alguns pontos psicológicos e filosóficos importantes sobre o CLIENTE - TIPO de cruzeiros marítimos:
Todos nós gostamos de fazer turismo: esse ato nos revela e nos transforma, trazendo uma forma própria de olhar o mundo e isso acontece desde os povos pré históricos nomades que viviam viajando sem parar (eles buscavam mais a sobrevivência do que o lazer). O Turismo agrega muitos valores aos viajantes, ao mesmo tempo em que traz cultura e pratica o lazer, coisas que fazem parte das pessoas e trazem satisfações duradouras. Para vender temos que entender as pessoas e saber sobre os seus anseios, descobrir os seus desejos mais profundos (para isso precisamos olhar nos olhos delas, ouvir e anotar). Se entendermos corretamente o que o cliente veio comprar e vendermos exatamente isso(e não o que nós pessoalmente queremos), o cliente ficará feliz e recomendará mais dez. Lembre-se que o cliente quando vem à Agencia já está super-motivado, sabe o que quer. Basta dar total atenção e fazer o que ele está sonhando. Por exemplo, não insista com cabines mais caras se ele já falou nas econômicas, não ofereça outro navio se ele já indicou a sua preferência, não insista com outro roteiro se ele já tem um na cabeça. Só em último caso você vai tentar outras alternativas, mormente quando o que ele quer não tem nenhuma chance de ser obtido, como por exemplo, uma cabine para o reveillon já a 15/12.

TUDO SOBRE CRUZEIROS EM ORDEM ALFABÉTICA – 40 ITENS
ALIMENTOS E BEBIDAS
Por cuidados sanitários,não se deve trazer de fora do navio, águas, refrigerantes, cervejas, vinhos e destilados alcoólicos. O consumo é cobrado como extra, salvo nos casos de cruzeiros all inclusive, quando todas as bebidas estão incluídas no preço.
ATIVIDADES À BORDO
Pela manhã tem instrutores de ginástica, Cooper, Aeróbica, e Jogos de piscina. Tem também torneios, campeonatos, aulas de dança, xadrez, dama, cartas (buraco) e artesanato. O cassino marca reuniões para ensinar os jogos, sem ter que pagar as apostas (até aprender). A Recreação infantil mantém entretidas as crianças de mais de 3 anos e outros divertem os adolescentes o dia todo. Ao entardecer abrem-se os bares com seus aperitivos musicais. À noite tem shows internacionais, cassino, música para dançar, discoteca, jogos sociais, cinema, teatro, dentre outros eventos programados: ver o jornal de bordo.
BAGAGEM/MALAS
Compre de cor diferente, amarre fitas ou faça sinais pessoais em sua mala para acha-la facilmente dentre centenas. Lembre-se que você compra roupas em viagem, por isso, não leve em excesso. O peso para navios é de 90 kg, mas quando vamos de avião até o porto, só permitem de 20 a 30 kg, depende do avião e tarifa paga. Há que lembrar também que as cabines não tem muito espaço para malas. Etiquetar por dentro e por fora, colocando o seu nome, o cruzeiro, a data e o número da cabine. Veja o vocábulo roupas para ter melhor idéia do que levar. Arrume a mala colocando o que vai usar por último abaixo.
CABINES
Todos os navios precisam ter muitas cabines para dividir as despesas entre os hóspedes e tornar os preços dos cruzeiros bem acessíveis. Por isso, mesmo sendo muito confortáveis, a maioria das cabines tem em torno de 15 m². Podem ser com varanda, externas(com janela ou escotilha), internas ou suítes (camarotes) bem mais espaçosas. Todas as cabines, além das camas, têm banheiro, armário, telefone, TV, Secador de cabelo, mesa, cadeira, ar condicionado central regulável, cofre, coletes salva-vidas para adultos e espelho.
CANCELAMENTO
a Empresa Marítima se reserva o direito de cancelar o cruzeiro por motivos que julgue inevitáveis (greves, tumultos, tempestades, falta de passageiros suficientes e pane mecânica grave) e apenas reembolsa os valores pagos. Quando o cliente cancela cada empresa tem um regulamento diferente de prazos, para cobrar multas e reembolsar. Os mais comuns são assim: Se o cliente solicitar por escrito antes de 45 dias da partida, devolve o valor pago menos a comissão; se estiver entre 15 e 44 dias cobram 25% de multa; se for 11 a 14 dias antes retêm multa de 50%; de 7 a 10 dias retêm 100% (sem reembolso). Quase sempre cobram uma taxa para providenciar o cancelamento. Como obedecem a normas internacionais, se o passageiro assinou o Contrato de Compra, mesmo com nosso Código de Defesa do Consumidor, é quase impossível alterar o que define cada Empresa Marítima.
Se vc interromper a viagem e deixar de embarcar, por qualquer razão, não haverá reembolso.

CARACTERÍSTICAS DOS NAVIOS
Se formos analisar os 12 navios de cruzeiros navegando na costa brasileira no verão/férias 2006/07, notaremos 2 pequenos (20mil e 25mil ton), outros médios e dois grandes (105 e 151mil ton). O menor tem 328 cabines, um dos grandes tem 1358 cabines, outro inaugurou em 2004, enquanto temos um de 1980, hoje todo remodelado. Conforme o roteiro em que vai navegar, o melhor será um navio pequeno (Fernando de Noronha, Saint Marten, João Pessoa, etc.) pois têm menor calado para águas rasas, em portos pequenos ou rios. O navio médio lota sempre (menos cabines) do que um grande que é bem requisitado para longas distancias (Londres a New York, Rio a Cidade do Cabo-Africa) pois precisa de muito espaço para suas áreas de entretenimento e restaurantes para mais de duas mil pessoas(somando pax & tripulantes), além de poder ficar mais tempo sem abastecer. Para caracterizar melhor informamos a tonelagem (peso bruto), comprimento (mais de 300m para os grandes), a largura a altura, número de decks, calado (altura da parte submersa),numero de restaurantes, velocidade (em nós), quantas piscinas e cabines, mais áreas de lazer.
CASSINOS
Normalmente são filiais de empresas de Las Vegas, Monte Carlo, etc. Cada um esmera em ambiente, diversidade de jogos (bacarat, roleta, dados, bingo, máquinas caça níqueis e mini-shows, sempre para atrair e manter os jogadores no local. Dão até brindes, servem quitutes e drinks. As fichas são compradas à vista em várias moedas(fazem cambio).
CRIANÇAS
Após 3 anos a criança já consegue aproveitar bem de um navio. Para a meninada os Monitores organizam várias atividades, umas especiais para adolescentes. Não há serviço de Baby Sitter, se você embarcar um bebe de colo deve levar sua babá ou terá que cuidar o tempo todo dele. Um bebê não tem nada o que fazer no navio e o sol é forte para ele (os cruzeiros são no verão quase sempre) nem vendem fraudas, remedinhos e chupetas. Menores de 18 só com os 2 progenitores ou um deles c/autorização por escrito do “ausente”. Existem descontos especiais e até gratuidades, quando o menor está junto com dois adultos.

DEPENDÊNCIAS DOS NAVIOS
Bem diferente dos navios de linha, os CRUZEIROS, sejam pequenos, médios ou grandes, têm muitos ambientes, confortáveis e bem decorados, já que a missão maior é oferecer comodidade, diversão, descontração e boa alimentação. Maiores ou menores conforme o barco, teremos sempre: Hall de entrada bem decorado; Restaurante(ou vários); Salão de Repouso com jogos, cursos e palestras; Lido(área externa de lazer),Bar, Piscinas, Piano Bar (muito romântico);Discoteca até de madrugada para as baladas; Cassino (só funciona em águas internacionais); Auditórios para shows, peças teatrais, cinemas e espetáculos; Lojas e até shopping Centers; Academia completa de ginástica; Play Ground com monitores, Biblioteca, Capela, salões para Convenções e reuniões comerciais (se for o caso).
DESEMBARQUE OU CHECK OUT
As cabines devem estar desocupadas ao navio atracar no porto final. As despesas extras já estarão pagas. A bagagem etiquetada e fora da cabine
DOCUMENTOS é responsabilidade do cliente e deve estar em bom estado, ser recente e no original. Nos roteiros domésticos aceita-se também documentos profissionais como CREA, OAB e CRM. Menores de 12 anos desacompanhados tem que portar autorização dos pais. Naturalizados portam o RNE. Cruzeiros internacionais requerem passaporte e às vezes visto e até vacinas, em raros destinos. Os países do Cone Sul aceitam nossa Cédula de Identidade
EMBARQUE OU CHECK IN Chegar 3 horas antes. O navio não se responsabiliza por atrazos de aviões, ônibus, trens ou autos. Se o navio já recolheu a escada ninguém embarca mais. Fique com os documentos e bilhete na mão pois a mala vai de imediato para a cabine. Quem perde o navio só embarca no próximo porto, por sua conta, sem reembolso. No deck principal teremos mais informes sobre nossa mesa e turno de refeições, cofre, Cartão para pagar despesas (que é “chave” da cabine). Apresentaremos nosso Cartão de Crédito Internacional e assinamos boleto em branco como garantia ou depositamos US$ 100.p/dia.
EMERGÊNCIA – EXERCÍCIO DE SALVAMENTO E COLETES SALVA-VIDAS
Os coletes estão sempre na cabine (leia instruções neles) para crianças há que solicitar. Eles inflam ao puxar uma argola, acendem uma luz de aviso e têm um apito para nos comunicarmos. Por lei é obrigatório o exercício de salvamento: após 7 sons da sirene do navio e um apito longo (no jornal de bordo informa quando será). Nunca foi necessário em mais de 30 anos. Mas é preciso pois cada bote de salvamento cabe o número exato de pax e já consta sua a cabine.
ÉPOCA DE VIAJAR – TEMPORADAS
As empresas de cruzeiros dividem sua saídas em Altíssima, Alta, Média e Baixa temporadas (quando uma mesma viagem e cabine pode custar a metade do preço). O Reveillon é altíssima porque é feriado, férias e, aqui no sul, verão.
ESCALAS
São portos pré-planejados apenas para visitação, sem embarque ou desembarque
ESPORTES A BORDO
Cada navio tem sua lista de atividades esportivas. Tomemos como exemplo o Costa Vitória: Ginástica para todos, com instrutor; Prática de Yoga em espaço exclusivo; Alongamento consciente; Exercícios ritmados; Baliness; Ginástica Natural; Dança Recreativa; Pedalando em alto mar; Afro samba. Alguns praticam esportes aquáticos, como: natação, mergulho, snorkel, etc. Quando têm quadras poli esportivas, praticam-se vôlei, basquete, futsal, tênis, squash, etc. Não existe navio que não tenha várias modalidades esportivas.
FOTOGRAFOS
São free lancers que vão clicando as pessoas em poses românticas, ou curiosas, ou solenes, ou nervosas, etc. Depois expõem em seus stands para os que quiserem.
FLUVIAIS
São cruzeiros muito bem estruturados, com navios mais baixos, por causa das pontes, navegando em rios famosos como Nilo, Mosela, Danúbio, etc. Vide o capítulo à parte.
GORJETAS ou TAXAS DE SERVIÇOS
Todos os navios de cruzeiros cobram ou no ato da reserva/quitação, ou no final do cruzeiro. Paga-se cerca de US$ 2.00 aos Garçons, US$ 2.00 ao camareiro(a), US$ 1.00 ao cominho, US$ 3,00 ao maitre, numa média de US$ 8.00 por dia e por passageiro. Conforme a bandeira do navio e seu Sindicato, pode ser menos ou mais.
GRUPOS
Os armadores ou seus representantes fazem preços e condições especiais para grupos, por suas normas próprias. Cabe ao Agente, pleitear mais prazo e melhor comissão.
INCLUÍDOS NO PREÇO
A hospedagem na cabine; no mínimo 5 refeições diárias; entretenimentos a bordo, como: programas de animação, jogos, concursos, espetáculos musicais e artísticos, bailes e festas, coquetéis (como a noite do comandante), festa carnavalesca com fantasias; uso da piscina; espreguiçadeira; jacuzi; playground; sauna; academia de ginástica; shows internacionais; cinema; uso da biblioteca e da capela ecumênica; cassino e danceteria.
ÍNDICES DE QUALIDADE
Um mede os Serviços, outro mede o Conforto dos cruzeiros nos vários navios. Trata-se de uma pesquisa nos USA por jornalistas especializados(vide página)JORNAL DE BORDO ou PROGRAMAÇÃO DO CRUZEIRO Só é conhecido no navio, logo no embarque. Você é dono do seu tempo e pode participar das atividades que mais lhe agradam ou simplesmente repousar à beira da piscina, para isso, é bom estar informado de véspera sobre tudo o que vai rolar a bordo, para separar o traje esporte, paletó ou a fantasia.
LOJAS NO NAVIO
Sempre tem e às vezes são verdadeiros Shopping Centers. Os preços são bons pois concorrem com as escalas. Tem roupas, filmes, eletrônicos, pilhas, perfumes, etc.
MOEDA A BORDO
No check in você assina um boleto de cartão de crédito internacional ou faz um depósito de cerca de US$100.00 por dia de cruzeiro, e lhe é dado um cartão pessoal para anotarem suas despesas extras e, no check out, é preenchido o valor do boleto que lhe será debitado. Na loja, cassino, cabeleireiro, massagem, fotografo, médico: você paga em US$. Em navios europeus aceitam também o Euro e, em alguns navios em nossa costa, reais.
NÃO INCLUIDOS NO PREÇO
No valor divulgado doscruzeiros, não estão incluídos: Taxas Portuárias, Gorjetas, Salão de Beleza, Lojas, Bebidas (salvo nos raros all inclusive), lavanderia, massagem, ligações telefônicas, internet, spa center, consultas médicas e fotógrafo.
NAVIO DE LINHA
Vai numa rota levando e deixando passageiros nos portos predeterminados. Tem 1ª, 2ª e 3ª classes não comunicáveis. São muito úteis em regiões sem meios de transportes terrestres como Santarém/Manaus, Belém/Macapá, Salvador/Ilha de Itaparica, etc.
PASSEIOS OPCIONAIS
São comprados só a bordo e o navio não se responsabiliza, por serem operados por autônomos em cada porto. Os preços costumam ser bons. Caso o hóspede não desembarque na escala terá quase todas as facilidades disponíveis a bordo. É importante lembrar que se você não aproveitar para visitar cada região, quando poderá faze-lo? Os portos além de sua infra estrutura também são escolhidos pelas atrações turísticas locais. Em alguns portos não pode atracar navios e as PAX vão de lanchas turísticas. Ex.: F.Noronha
REFEIÇÕES
Café da manhã em excelente serviço de buffet, no restaurante, ou na cabine se for pedido na véspera. O almoço sempre muito bem servido em mesa e lugar reservado, e, se houverem turnos, são quase sempre assim: o 1º às 12 hs e o 2º as 13:15 hs. Quando há mais do que um restaurante você escolhe no ato da reserva e/ou confirma no check in. Há o chá das 5 no buffet externo quase sempre. O jantar só nos restaurantes com 1º turno cerca de 20 hs e 2º às 22 hs. Ás 24 hs é servida uma ceia. Existem navios com até sete refeições!
RESPONSABILIDADE/DIREITOS
Existe um Contrato de Serviços que explica as Condições Gerais, onde se fala do que inclui, das bagagens, dos cancelamentos, horários de embarque e desembarque, deposito para reserva, forma de pagamento, taxas, documentos exigidos, etc.

ROTEIROS OU ÁREAS CRUZEIRÁVEIS
Existem 12 regiões do globo onde mais acontecem os cruzeiros marítimos, pelas suas atrações turísticas, história, cultura, acidentes geográficos, clima especial, fauna, flora e infla estrutura. O Mar do Caribe abriga 55% dos cruzeiros, o Mar Mediterrâneo 25%, a América do SUL 8%, o Norte da Europa 5%, a Costa Oeste da América do Norte 5% e o restante do mundo 7%. Pode haver uma pequena oscilação percentual.

ROUPAS/TRAJES
Os trajes são os esportivos, quase o tempo todo: Maiôs, bermudas, camisetas, jeans, tênis, óculos de sol, bonés, fantasia, sandália, etc. Porém para um evento mais sóbrio (festa do Comandante, jantares domingueiros, teatro clássico, etc.) você vai sentir-se melhor de sapato social e paletó um vestido longo para as mulheres. No restaurante nunca é permitido trajes de banho. Nos tours opcionais recomendamos sapatos de sola de borracha.
SAÚDE
Passageiros incapacitados à bordo são bem-vindos, mesmo que em alguns recintos haja dificuldades para cadeiras de rodas, mas é obrigatório um acompanhante para auxilia-los. Os cães para cegos têm que estar com documentos em ordem. Uma grávida de 6 meses assina um termo e trás autorização médica. Um bebê de até 3 anos não tem fraudas nem remedinhos à bordo, além de o sol ser muito forte para ele. Não há Baby Sitter, é melhor levar uma babá. A Disney World tem 2 enormes navios de cruzeiros só para a meninada. No ambulatório de bordo tudo é pago (consultas&remédios). Não deixe de comprar o Cartão de Assistência ao Viajante que cobre problemas de saúde também. Leve seus remédios usuais pois não tem farmácia a bordo. Se tiver algum regime alimentar avise no dia da reserva. Navio não enjoa, porém se você tiver labirintite vai sofrer. Melhor consultar seu médico antes. Leve seu bronzeador e protetor solar (no navio vende). Também é bom óculos sobressalente.
SEGURANÇA E SEGUROS
Os navios de cruzeiros são o meio de transporte mais seguro que existe, pois em mais de 40 anos nunca tiveram problemas gravíssimos. Não há ladrão porque não tem para onde fugir. Mesmo assim, não deixe de usar o cofre grátis. O cartão de Assistência pode cobrir pequenos riscos de bagagem. Não use jóias caras. Coisas na cabine são riscos seus: o navio não faz ressarcimentos de roubos, pois você cuida da sua chave.
SERVIÇOS DISPONÍVEIS
Além da(o) camareira(o) que mantém sua cabine impecável, seu próprio secador, TV, fone armário, cama, banheiro, etc. você vai encontrar lavanderia, cabeleireiro, massagista, monitores de ginástica e danças, loja, balcão de informações, jornal de bordo, restaurantes, boite, shows, cassinos, capela, piscina, quadras esportivas, spa, tours, etc.
TARIFAS
Você paga mais ou menos conforme a duração, alta ou baixa estação, cabine single dupla ou tripla, interna, externa ou suíte, deck alto, itens a mais: frigobar, microndas, DVD, internet, prazo de pagamento, passagem aérea até o porto e/ou volta e 3ª e 4ª pessoas.
TAXAS PORTUÁRIAS
Para a utilização dos portos os navios pagam taxas maiores ou menores conforme o tempo que ficam atracados, seu tamanho influi pois consumirá mais energia, água, transporte de dejetos e lixo, abastecimento com empregados, quinchos, guindasdastes e barcas de manobras pois ele desliga os motores na entrada dos portos e o prático o conduz. Essa taxa é dividida per capta e os clientes pagam a conta. Tem país que não cobra.
TEMÁTICOS
São cruzeiros para gostos específicos: religiosos, shows com artistas famosos (Fabio Jr., Roberto Carlos,etc.), só para solteiros, dietas & spas, degustação de vinhos, orquestras filarmônicas, só para o público GLS, torneios esportivos, lançamento de produtos, e outros temas que podem ser organizados por nossos clientes, tais como: Reunião do Partido Político para Planejar Campanhas; Congresso Nacional da Seicho-no-ie, Convenção Batista.
VALORES
No cofre grátis guarde dinheiro e outras coisas valiosas como jóias, cartões de crédito, mini câmeras, documentos,etc: a empresa não se responsabiliza por valores roubados.

VOCABULÁRIO TÉCNICO
Vide a seguir outros termos usados na promoção dos cruzeiros ou a bordo:
A bordo: dentro do navio;
Águas Internacionais: fora da costa legal;
All Inclusive: bebidas à vontade;
Altura: medida da quilha ao ponto+alto;
Amarras: Cordas ou correntes que prendem o navio ao cais;
Ancora: prendem o navio ao fundo do mar;
Ancoradouro: pequeno cais;
Ancorar ao largo: quando o porto é pequeno;
Armador: é o proprietário do navio;
Atracar: amarrar no cais;
Baby sitter: babá;
Bombordo: lado direito do barco;
Cais: onde o navio atraca;
Bandeira: o país eleito pelo dono do barco;
Bote Salva-vidas: obrigatório para todos os pax;
Calado: medida da quilha ao nível da água;
Carregadores ou maleteiros: levam e trazem as malas;
Casa das Máquinas: onde estão os gigantescos motores;
Check In: apresentação à bordo para embarque;
Check out: pagar extras e tirar malas p/ desembarque;
Comunicação via satélite: mantém o barco informado;
Comprimento: medida da quilha à popa;
Correntes Marítimas: ajudam a navegar(têm mapa);
Deck: o andar do navio;
Escaler: é o bote salva-vidas;
Escotilha: é aquela janelinha redonda;
Estibordo: é o lado esquerdo do barco;
Ferry Boat: navios para carros, ônibus, etc.
Hélices: As gigantes que impulsionam o navio;
Incentive: campanha para ganhar o cruzeiro;
Joging: caminhadas a bordo;
Kilowatts: eletricidade na cabine (110,220);
Leme ou Timão: roda de controle da direção;
Linguagem de Sinais: posições com 2 bandeiras p/ contato c/outros barcos;
Liner: navio de linha;
Manobras do Prático: obrigatório nas entradas dos portos;
Milha Marítima: é igual a 1853m;
Nós: milha marítima;
Oficialidade: os que cuidam do navio(Comandante, Comissário Chefe, Hotel Manager, Chefe das máquinas, Diretor de Cruzeiros, pessoal Hoteleiro, ou seja, Maitre, Garçon, Cominho, Cozinheiro, Barmen, Camareiro. E outros como: Marinheiros, Artistas, Office Team ou escritórios,etc.);
Popa: o lado de trás do barco;
Proa: o lado da frente do barco;
Radar: indispensável para antever obstáculos;
Rebocador: faz as manobra no porto (o navio atraca com motor desligado);
Registro: país onde o dono paga menor imposto;
Sirene: avisa alto a chegada e saída do navio;
Sonar: detecta ostáculos em baixo d’água;
SS: Steamship(navio a vapor);
Tonelagem: peso total do navio;
Zarpar: desatracar, reboque e navegação.

ALGUNS SITES ÚTEIS PARA CRUZEIROS MARÍTIMOS
www.novaairtour.com.br Representante oficial da Louis Cruise Lines, Ilhas Gregas, Turquia e Egito;
www.carnival.com é a maior empresa de cruzeiros;
www.celebrity.com outra armadora tradicional;
www.ncl.com empresa com opções especiais;
www.crystalcruises.com alguns itinerários são exclusivos;
www.dcljobs.com empregos nos navios;
www.crew.com.br também p/trabalhar a bordo;
www.primescruise.com outra alternativa;
www.royalcaribbean.com é uma das melhores;
www.costacruzeiros.com.br pioneira na costa brasileira:
www.cruzeirosmarítimos.com.br é o site da Qualitours;
www.payless4cruises.com revendedor americano;
www.iberostar.com é um belo barco-hotel que navega no rio Amazonas;
www.agaxtur.com.br presta bons serviços desde 1953;
www.viagenscvc.com.br desde 2001 no ramo;
www.pier1.com.br representa vários armadores;
www.sunsea.com.br traz o Island Scape;
www.leiser.com.br é ela que vende cruzeiros fluviais na Europa;
www.msccruises.com mais uma excelente opção;
www.queensberry.tur.br tem muitas opções de cruzeiros, inclusive com navios à vela.

ENDEREÇOS DOS PRINCIPAIS REPRESENTANTES / ESPECIALISTAS EM CRUZEIROS
01. NOVA AIRTOUR & DANAN VIAQGENS - Tel.(11) 3259-2466 – Valter Principessa. Pça. da República, 76 – Cjs.311-313– S. Paulo/SP – 01045-900
02. AG. DE VIAGENS CVC TUR. LTDA. - Tel.2123-7000 – Guilherme Paulus e Valter Patriani. Av. São Luis, 50 – 25º Andar – São Paulo – SP – 01085-900
03. COSTA CRUZEIROS AG. MARÍTIMA E CRUZEIROS – Tel. 2123-3655 – René Hermann. Av. Paulista, 460 – 10º Andar – São Paulo – SP – 01310-904
04. FIRSTSTAR REPRESENTAÇÕES LTDA. (NCL) – Tel.3253-7203 – Maria Estela R. Farina. Rua Peixoto Gomide, 996 – Sala 740 – São Paulo – SP - 01409-900
05. QUEENSBERRY AG.DE VIAGENS E TUR. LTDA..– Tel. 3217-7100 – Richard M. Jensen. Av. São Luis, 165 – 2º Andar – São Paulo – SP – 01046-911
06. MSC CRUZEIROS DO BRASIL LTDA. – Tel. 5053-8510 – Fábio T. Martins e Adrian Ursili. Av. Ibirapuera, 2033 – São Paulo – SP – Tel. 5053-8510
07. SUN & SEA REPR. DE TUR. LTDA.- Tel.3156-5600 – Dado Nascimento R. Martins Fontes, 91 – 5º Andar – S.Paulo – SP – 01050-000
08. PIER 1 CRUISE EXPERT REPRESES. LTDA. – Tel. 3078-24 – Neriton Reis Vasconcelos. Rua Tabapuan, 111 – 8º Andar – São Paulo – SP – 04533-010
09. VIAGENS LASER LTDA. – Telefone 3154-5481 – Diegos Marruecos e Carlos A.Carvalho. Rua Major Sertório, 110 – São Paulo – SP – 01222-000

Nenhum comentário:

JcSHOW

Seguidores

Onde está o rei!

JC no Youtube

Loading...

No you, it´s 4shared