quinta-feira, 26 de junho de 2008

Conscientização em Ambientes Naturais



Tread Lightly! é um termo que surgiu nos Estados Unidos e significa algo como: Pisar de Leve! Os abusos ao meio ambiente, durante atividades esportivas e recreativas, despertaram o interesse na conscientização para o uso ordenado de áreas naturais.

Foi criada, então, com patrocínio de empresas, uma sociedade sem fins lucrativos que tem como finalidade organizar palestras educacionais, sinalizar áreas com sua logomarca e trabalhar com a única missão de evitar a depredação de áreas naturais.

A Tread Lightly! tem 5 princípios que, através da propaganda, são levados ao conhecimento do público:

1 - Viajar com mínimo impacto ambiental: Permaneça nas trilhas e áreas designadas para atividades ao ar livre. Viaje somente em terras e águas abertas para tráfego.

Certifique-se de que seu veículo tem tamanho compatível com as estradas e condições de tráfego. Não fazer atalhos pela mata, isto destrói a vegetação e causa o surgimento de caminhos não autorizados. As trilhas são escolhidas para suportar os efeitos de atividades recreativas. Resista à tentação de criar novas áreas.

2- Respeite o ambiente e o direito de outras pessoas: siga os princípios da Tread Lightly!. Lembre-se, áreas selvagens são reservadas apenas para caminhadas ou cavalgadas. Seja cortês com outros usuários, que também desejam se divertir nas terras e águas que você está usando.

Seja solidário com o desejo de terceiros, por paz e uma tranqüila experiência em áreas naturais. Motores barulhentos e comportamento inadequado são contrários aos ambientes nativos. Ao dirigir, fique atento há presença de animais silvestres, cavalos, ciclistas e caminhantes. Estacione o veículo, desligando o motor se necessário, até que eles passem por você.

3- Eduque-se, planeje a viagem antes de sair: prepare-se com informações, mapas e equipamentos. Administradores de parques e proprietários de terras podem informar rotas abertas ao seu tipo de atividade. Mapas estão disponíveis na maioria dos locais. Informe-se das normas de visitação.

Para atravessar ou permanecer, em terras particulares, obtenha a autorização do proprietário ou administrador local. Honre todos os portões e barreiras por onde passar. Proteja as reservas naturais, biológicas e a vida selvagem respeitando as sinalizações.

- Aqui eu acrescentaria o respeito à privacidade dos moradores locais. Eles têm nos portões e cochetes, a segurança de suas chácaras e fazendas. Como regra geral, o portão, porteira ou cochete, deverá ser mantido da mesma maneira que for encontrado, seja aberto ou fechado.

4- Deixe as áreas naturais melhores do que quando as encontrou: O futuro e a qualidade das áreas naturais, de recreação, dependem de como as utilizamos hoje.

Os veículos impróprios podem, da mesma forma que as caminhadas nas trilhas, causar danos à vegetação. Evite circular em áreas críticas, especialmente as que estão sujeitas à erosão, beira de rios ou ribeirões, lagos e pastagens.

A travessia por riachos deve ser feita apenas nos locais onde houver uma estrada ou trilha que cruze o leito. Trafegar pelo leito do rio pode causar danos para a vida aquática local.

Subir morros com veículos pode ser um desafio, mas uma vez que os rastros dos pneus foram marcados, outros veículos seguirão a mesma rota e causarão danos por muito mais tempo, pois os sulcos deixados pelos pneus serão lavados pelas chuvas, que irá aprofundá-los criando uma erosão permanente.

Portanto, suba ou escale morros somente nas áreas determinadas. Quando estiver conduzindo um veículo off-road, seja sensível às necessidades de sustentação da vida selvagem local e suas reservas de alimentos.

5- Descubra as recompensas de uma recreação responsável: Desfrutar de grandes áreas naturais proporciona a oportunidade de redescobrir os valores familiares e construir tradições. Preservar com uma recreação responsável, ajuda na manutenção natural da beleza e dos atributos de nossas florestas, terras e águas, pois esta é a herança mais preciosa que você deixará às gerações futuras.



A iniciativa dos estadunidenses é muito positiva, que tal o Brasil criar uma regra similar? Cedo ou tarde isso será necessário, pois a atividade off-road cresce rapidamente no país, e uma norma de conduta terá que ser criada para evitar problemas, que já acontecem em algumas regiões, entre praticantes e proprietários de terras e órgãos de fiscalização.

Para mais informações: www.goodyear.com.br
Curso de Condução Off Road Dpaschoal & Goodyear - www.tecnica4x4.com.br

Colaboração de João Roberto de C. Gaiotto autor do livro Técnica 4x4 - Guia de Condução Fora de Estrada

Paraísos brasileiros: Deserto do Jalapão, santuário ainda preservado onde o off-road deve ser praticado com responsabilidade.

Nenhum comentário:

JcSHOW

Seguidores

Onde está o rei!

JC no Youtube

Loading...

No you, it´s 4shared