quarta-feira, 26 de março de 2008

O Táxi como embaixador do Mundo



O Táxi povoa a nossa memória e imaginação, elemento emblemático de introdução a diferentes culturas, países e essencialmente cidades de todo o Mundo. O seu motorista é por vezes o primeiro interlocutor de quem descobre uma cidade, tornando-se assim de certo modo o seu embaixador.

Parte integrante do nosso quotidiano, personagem de Cinema, o Táxi exerce em simultâneo um papel essencial nas deslocações urbanas e nas nossas representações urbanas.

Ele é amarelo em Nova Iorque, branco em Casablanca, preto em Londres e mesmo bicolor em Pequim. Em Lisboa a cor beije domina progressivamente o mais tradicional preto e verde. Se as suas dimensões e aspecto variam em função das cidades e dos países, a sua utilização porta a porta e a pedido do cliente é a mesma em toda a parte.

O Táxi foi o primeiro transporte a pedido e apresenta-se hoje como uma solução de futuro para a mobilidade Urbana.

O Táxi como um meio de transporte fundamental para a Mobilidade Urbana

Numa sociedade definida por uma crescente velocidade de comunicação e informação, a mobilidade adquire uma importância acrescida. O seu valor social, económico e cultural tornou-se crucial no dia-a-dia, devido à necessidade constante de transporte cada vez mais rápido e eficaz de pessoas, bens e informação.

A qualidade de vida passa hoje cada vez mais pela eficácia do acesso ao trabalho, a casa, à educação, cultura, entretenimento, etc., de modo que o tempo e espaço em que estas movimentações decorrem e o desenvolvimento de novas tecnologias são factores cruciais para a vida moderna, especialmente na cidade.



As trajectórias urbanas são cada vez mais extensas, o que origina interrupções nas deslocações (tais como a mudança de viatura no caso do autocarro), tempos de espera prolongados e outros inconvenientes.

O transporte público apenas se justifica em áreas com densidade de população elevada, perto das principais vias e em horários “normais”, enquanto o transporte privado (principalmente o carro particular) cria problemas como a falta de estacionamento, as restrições de circulação em centros históricos, etc.

As bicicletas, skates, etc. por vezes não se adequam aos percursos e só são realmente eficazes quando estão integradas as infra-estruturas necessárias. O Táxi apresenta-se então como uma potencial solução para o problema da mobilidade urbana.

Sendo um meio de transporte flexível, económico em termos de espaço e energia (só circula quando é utilizado), o Táxi pode oferecer um serviço colectivo adaptado às necessidades de cada indivíduo ou mesmo grupo de indivíduos, num compromisso entre o transporte público e o privado. O Festival Internacional do Táxi pretende colocar o Táxi e o seu papel na mobilidade em áreas metropolitanas nas agendas de discussão urbanas.

www.festivaltaxi2007.com

Nenhum comentário:

JcSHOW

Seguidores

Onde está o rei!

JC no Youtube

Loading...

No you, it´s 4shared