sexta-feira, 14 de março de 2008

Ásia do norte (Marmaray Project), Tokyo = metrópole, não é cidade.

Muscat - Masqat ou Mascate é a capital e a maior cidade do Omã. Localiza-se no golfo de Omã. Tem cerca de 832 mil habitantes. Foi possessão portuguesa entre 1507 e 1650.



Omã é um país situado na Arábia, mais especificamente na extremidade oriental da Península Arábica.

O país é constituído por três territórios descontínuos, localizando-se os menores, constituídos pelo Enclave de Madha nos Emirados Árabes Unidos e a Península de Musandam e territórios adjacentes, no Estreito de Ormuz que separa o Golfo Pérsico do Golfo de Omã.

Limita a norte com o Golfo de Omã (do outro lado do qual se estendem as costas do Irão), a leste e sul com o Mar da Arábia e a oeste com o Iémen, com a Arábia Saudita e com os Emiratos Árabes Unidos. Capital: Mascate.

Antiga Satrapia do Império Persa, e posteriormente, do Sassânida, o Omã só ficou livre desse poder em 632.

Em 751, os Ibadis criaram o Emirado do Omã, sendo governado por imames. durante séculos o Omã não passava de um mero país incrustrado no deserto, até que os Portugueses o invadiram em 1508. em 1659, os Otomanos tomam o Omã e expulsam os portugueses.

em 1741 os Otomanos foram expulsos pelo então proclamado Sultão bin Sultan al Busaid.

Inicia-se a era de Ouro do sultanato, que expande suas fronteiras e obtém várias colônias no Oceano Índico (Zanzibar e Comores, na África e o Baluchistão, na Ásia) que foram perdidos no colapso que o país sofreu, em 1891, quando virou um mero protetorado britânico, tornando-se novamente independente em 1971.

Bósforo é um estreito que liga o Mar Negro ao Mar de Mármara e marca o limite dos continentes asiático e europeu na Turquia.

Tem um comprimento de aproximadamente 30km e uma largura de 550 a 3 mil metros. Sua profundidade varia de 36 a 124 metros no meio do estreito.

Seu nome significa "passagem do boi" e se refere à história de Io, jovem amada por Zeus, transformada por ele em boi, e perseguida por uma mosca sugadora de sangue enviada por Hera, ciumenta.

As margens do estreito são densamente povoadas, como exemplifica a cidade de Istambul. Duas pontes atravessam o estreito de Bósforo.

A primeira, Ponte do Bósforo, tem 1074 metros e foi terminada em 1973. A segunda, Ponte Fatih Sultão Mehmet, tem 1090 metros e foi terminada em 1988, mais ou menos a 5km ao norte da primeira ponte.

Marmaray, um túnel ferroviário de 13,7 km.


Aproximadamente 1400 metros de túnel passarão sob o estreito, a uma profundidade de 55 metros.


Os gregos chamavam o estreito de Bósforo da Trácia, assim como chamavam o estreito de Kerch de Bósforo Cimeriano.

Para aumentar a confusão, também chamavam uma área perto do estreito pelo mesmo nome: o Chersonesus Trácio, conhecido nos dia de hoje como Gallipoli, e o Chersonesus Cimeriano, que corresponde à Criméia.

Dada a importância do estreito na defesa de Istambul, os sultões otomanos construíram uma fortificação em cada lado dele, Anadoluhisari (1393) e Rumelihisari (1451).

Sua importância estratégica continua alta: diversos tratados internacionais mantêm navios na área, incluindo a Convenção de Montreux para o Regime dos estreitos Turcos, assinada em 1936.

Alguns historiadores lançaram a hipótese de que uma imensa enchente ocorrida na região por volta de 5600 a.C. teria sido a base histórica para a história do dilúvio bíblico e da Epopéia de Gilgamesh.

O Iêmen é um país árabe que ocupa a extremidade sudoeste da Península da Arábia. É limitado a norte pela Arábia Saudita, a leste por Omã, a sul pelo Mar da Arábia e pelo Golfo de Áden, do outro lado do qual se estende a costa da Somália e a oeste pelo estreito de Bab el Mandeb, que o separa de Djibouti, e pelo Mar Vermelho, que providencia uma ligação à Eritreia. Além do território continental, o Iémen inclui também algumas ilhas situadas ao largo do Corno de África, das quais a maior é Socotorá. Capital: Sana

Em 22mai1990 foi criada a República do Iémen, resultando da unificação entre a República Árabe do Iémen (ou Iémen do Norte) e a República Democrática do Iémen (ou Iémen do Sul).

A República Árabe do Iémen tinha-se tornado independente do Império Otomano em Novembro de 1918 e a República Democrática do Iémen alcançou a independência do Reino Unido em 30nov1967. A ilha de Socotorá, localizada estrategicamente na entrada do Golfo de Áden, foi incorporada ao território iemenita em 1967.

Dubai é a maior cidade e o segundo maior emirado dos Emirados Árabes Unidos. Tem cerca de 1.570.000 habitantes. Pertenceu a Abu Dhabi até 1833.

Diz-se que Dubai possui 30% dos guindastes de construção do mundo. Já em 2007, o setor do petróleo representava pouco mais de 5% da economia do emirato enquanto o turismo, o setor mais atuante, era responsável 33%. Crescimento do PIB em torno de 19% (mais que o dobro da China).

Originalmente uma aldeia de pescadores e coletores de pérolas existente há séculos na baía da Dubai, a cidade moderna data da década de 1830, quando a tribo Bani Yas, da família dos Al-Maktoum ali se instalou e recusou obediência a Abu Dhabi.

Os xeiques seguintes estimularam os contatos com os estrangeiros, especialmente britânicos, enquanto Dubai tornava-se um porto de escala.

Agra é uma cidade do estado de Uttar Pradesh, na Índia. Situa-se nas margens do rio Yamuna. Tem cerca de 1.400.000 habitantes. Foi fundada em 1566 pelo sultão Akbar. O famoso Taj Mahal é o principal tesouro artístico da cidade.

Kuala Lumpur é a capital e a maior cidade da Malásia.

Situa-se no interior do país e tem cerca de 3,7 milhões de habitantes. É o maior pólo comercial do país.

Cerca de dois terços da população são de origem chinesa e indiana.

Foi fundada em 1857 e tornou-se capital dos Estados Federados Malaios em 1896. O domínio britânico terminou em 1957, mas Kuala Lumpur continuou a ser a capital da Federação Malaia até 1963 e da atual Malásia desde então.

Tornou-se território federal em 1974. Está em construção uma nova capital em Putrajaya a sul de Kuala Lumpur.

Cingapura "Cidade do Leão" é um pequeno país do Sudeste Asiático que ocupa uma ilha principal e algumas ilhotas secundárias ao largo do extremo sul da Península Malaia. Um canal estreito separa Singapura da Malásia, a norte, e um outro mais largo (o Estreito de Malaca) separa-a da Indonésia, a sul. Capital: Cingapura. A história desta pequena ilha remonta há muitos anos, época em que já era um importante empório comercial dominado sucessivamente por distintos reinos marítimos. Em 1819, passou a ser um domínio britânico com o desembarque na ilha de Thomas Stamford Raffles, da Companhia Britânica das Índias Orientais.

Raffles foi o artífice e fundador da Cingapura moderna e, excetuando o período de invasão japonesa em 1942, Cingapura foi colónia britânica até 1959, quando alcançou a sua autonomia e entrou na Commonwealth. Em 1963, uniu-se à federação da Malásia, da qual se separou dois anos depois para se transformar num estado independente em 9ago1965.

A Região Administrativa Especial de Hong Kong da República Popular da China é uma Região Administrativa Especial da República Popular da China (RPC). Está localizado na costa sudeste da China.

Hong Kong possui uma das economias mais liberais do mundo e é um grande centro internacional de finanças e comércio.

Antiga colônia britânica agora administrada pela RPC sob a política "um país, dois sistemas", Hong Kong possui direito constitucional de possuir um alto nível de autonomia: possui sistema legal, moeda, alfândega, direitos de negociação de tratados (como tráfego aéreo e permissão de aterragem de aviões) e leis de imigração próprias.

Hong Kong mantém até suas próprias regras de trânsito, com toda a frota de automóveis dirigindo no lado esquerdo.

Apenas a defesa nacional e relações diplomáticas são responsabilidades do governo central em Pequim (Beyjing).

Apesar de Hong Kong ter passado para o controle chinês, o nome em inglês da região permanece "Hong Kong" (a pronúncia na língua local, cantonês), e não "Xiānggǎng" como algumas fontes sugerem (o equivalente em chinês mandarim).

Taipé - é a capital de fato da República da China, no norte da ilha de Taiwan (antiga Formosa).

A cidade de Taipé é cercada pelo condado homônimo e, com a cidade de Keelung, forma a região metropolitana de Taipé, cuja administração é exercida por diferentes orgãos governamentais.

Taipé tem o estatuto de município especial, administrado diretamente pelo governo central da República da China, enquanto que o condado de Taipé e a cidade de Keelung são administrados como parte integrante da província de Taiwan.

Segundo o censo demográfico de janeiro de 2007, a população total da cidade de Taipé (excluindo o condado homônimo) é de 2.630.872 habitantes. Os setores industriais mais importantes são o de manufatura de eletrônicos, têxteis, metalurgia, estaleiros e linhas de montagem de motocicletas.

Xangai é a maior cidade da República Popular da China, situada no litoral do Oceano Pacífico. O município de Xangai é um dos quatro na China que tem estatuto de província. Tem cerca de 17.110.000 habitantes, 6.340km2 e densidade de 2700 pessoas por km2. O seu desenvolvimento mercantil e financeiro iniciou-se quando, no fim da guerra do Ópio (Tratado de Nanquim, 1842), teve de se abrir ao tráfico comercial com os países ocidentais. Em breve adquiriu o monopólio de metade do comércio externo da China, atingindo um grande desenvolvimento urbano e demográfico. Antes da Segunda Guerra Mundial, era o maior centro comercial do Extremo Oriente, com 4.300.630 habitantes, e constituíam-na uma parte chinesa e outra europeia, gozando esta do direito de extraterritorialidade, com um regime jurídico próprio.

Este aspecto peculiar da cidade nasceu dos excessos praticados pelos rebeldes taipingues durante o período de domínio que exerceram sobre ela, de Setembro de 1853 a Fevereiro de 1855.

Xangai foi então internacionalizada, e o serviço da Alfândega marítima passou a mãos estrangeiras, regime que se tornou extensivo, em 1858, a todos os portos incluídos no contrato que se celebrou. Depois de criada esta situação, uma nova tentativa de conquista da cidade, levada a efeito, em 1860-1861, pelos mesmos rebeldes, foi repelida por voluntários e por forças da Marinha inglesa e francesa.

Assim se transformou Xangai, com caráter efetivo e permanente, numa colónia cosmopolita, em cuja administração intervinham as potências signatárias do Tratado, por intermédio dos seus representantes consulares. Esta posição especial permitiu-lhe observar a neutralidade durante a guerra sino-japonesa de 1894-1895 e a revolta dos boxers de 1900.

O mesmo não sucedeu, porém, no decurso das guerras civis que se seguiram à proclamação da República, em que a cidade sofreu muito, sobretudo em 1925 e 1926, quando uma sangrenta vaga de xenofobia a assolou, o que foi pretexto para o desembarque de forças expedicionárias estrangeiras, que, nos arredores, se empenharam em vigorosos combates. Na década de 1930, Xangai tornou-se um dos maiores portos marítimos da Ásia, com opulentos bancos e edifícios de escritórios ladeando o porto nas margens do rio Huangpu. Em 1945, após a rendição japonesa, a cidade foi ocupada por forças americanas, a pedido de Chiang Kai-shek, a fim de impedir que essa ocupação fosse levada a efeito por Mao Zedong e as suas tropas comunistas, há muito já em armas que nesse momento se evitou veio a verificar-se em 1949, depois da definitiva derrota das forças nacionalistas e a sua retirada para a Taiwan.

A partir desse ano, pois, dada a profunda reorganização do país, as condições de vida da cidade mudaram totalmente, passando a fazer a partir daí parte integrante da República Popular Chinesa. A maioria dos cidadãos estrangeiros abandonaram a cidade, também o fizeram alguns empresários chineses que preferiram organizar os seus negócios em Hong Kong.

Yokohama é uma cidade japonesa localizada na província de Kanagawa. Recebeu o estatuto de cidade a 1abr1889. Em 1out2004, a cidade tinha uma população estimada em 3.555.473 habitantes e uma densidade populacional de 8.174 h/km² sendo a 2ª maior cidade do Japão. Tem uma área total de 434,98 km². É a maior cidade independente do Japão e o maior porto, com a concentração comercial da área da Grande Tóquio. Um dos ex-libris da cidade é a Yokohama Landmark Tower, o maior edifício do Japão (296m de altura). O Estádio Internacional de Yokohama, foi o palco da final do campeonato do mundo de futebol em 2002. Em 1854, Yokohama era uma pequena aldeia piscatória, mas a partir desta data, a qual coincide com a chegada do comodoro norte-americano Mathew Perry, a povoação começou a desenvolver-se, até que em 1859 tornou-se um porto de comércio importante e o local para o estabelecimento de estrangeiros que gozavam de direitos extraterritoriais.

Nesta época a cidade passou a ser essencialmente conhecida pela exportação de seda, embora continuasse ligada à pesca. O comércio estrangeiro conduziu para o rápido crescimento de Yokohama, que funcionou durante a segunda metade do século XIX como um dos principais portos do Oceano Pacífico. A primeira linha de caminho-de-ferro foi construída em 1872 para a ligação de Yokohama a Tóquio e impulsionou de tal modo o seu desenvolvimento que em 1889 se tornou cidade.

Passada uma década os direitos de comércio extraterritoriais na cidade foram abolidos.

Em 1923, Yokohama foi vítima de um terremoto que destruiu parcialmente a cidade.

Apesar das consequências negativas, este acontecimento potenciou o desenvolvimento da cidade, que foi rapidamente reconstruída, modernizada e alvo de várias alterações, nomeadamente no porto. Durante a Segunda Guerra Mundial, Yokohama foi atingida por pesados bombardeamentos aéreos, conseguindo contudo superar este obstáculo e prosseguir com o seu desenvolvimento ligado às facilidades portuárias e à indústria.

Tóquio é a capital e uma das 47 províncias do Japão. Situa-se em Honshu, a maior ilha do arquipélago. Tóquio possui 12.064.101 habitantes, cerca de 10% da população do país, e a sua área metropolitana possui mais de 31,2 milhões de habitantes, o que torna Tóquio a maior área urbana do mundo. Tóquio é famosa pela Torre de Tóquio. Foi fundada em 1457, com o nome de Edo ou Yedo. Tornou-se a capital do império em 1868 com a atual designação.

Sofreu grande destruição duas vezes; uma em 1923, quando foi atingida por um terremoto; e outra em 1944 e 1945, quando bombardeios americanos destruíram grande parte da cidade e mataram mais de 150 mil pessoas.

Embora Tóquio seja considerada uma das cidades mais importantes, movimentadas e densamente habitadas do mundo, ela não é, tecnicamente, uma cidade. Não há no Japão uma cidade chamada "Tóquio".

Na verdade, Tóquio é designada como uma metrópole (都 - to), similar à uma prefeitura do Japão (県 - ken), e é constituída de 23 bairros (-ku), 26 cidades primárias (市 - shi), cinco cidades secundárias (町 - cho ou machi) e oito vilas diferentes (村 - son ou mura). Cada uma delas possui um governo que opera no nível regional. Também fazem parte de Tóquio pequenas ilhas no Oceano Pacífico, localizadas a mais de mil quilômetros sul, nos subtrópicos. Tóquio é uma das 47 províncias do Japão.

Mais de oito milhões de pessoas vivem dentro dos 23 distritos autônomos que constituem a parte central de Tóquio.

Estes 23 distritos definem a "Cidade de Tóquio", na opinião da maioria dos especialistas e outras pessoas, possuindo 8.340.000 habitantes.

A população de Tóquio aumenta em 2,5 milhões ao longo do dia, devido aos estudantes e trabalhadores de prefeituras vizinhas, que vão à Tóquio para estudar e trabalhar. A população total das prefeituras de Chiyoda, Chuo e Minato, que compõem a região central de Tóquio, e onde está localizado o principal centro financeiro do país, é de menos de 300 mil habitantes; porém, mais de dois milhões de pessoas trabalham na região.

Tóquio é o principal centro político, financeiro, comercial, educacional e cultural do Japão. Assim sendo, Tóquio possui a maior concentração de sedes de empresas comerciais, instituições de ensino superior, teatros e outros estabelecimentos comerciais e culturais do país.

Tóquio também possui um sistema de transporte público altamente desenvolvido, com numerosas linhas de trens, metrô e de ônibus, bem como o Aeroporto Internacional de Tóquio.

Hoje, a simples ideia de viajar para Tóquio é capaz de deixar muitas pessoas nervosas. Apesar da cidade estar a 290 km do local do acidente nuclear de Fukushima, a capital japonesa tem sofrido com a percepção equivocada das pessoas sobre a tragédia, que tem espantado os turistas. No entanto, para os viajantes, esta é a melhor época para viajar para o país. A queda no turismo e nas viagens de negócio tornou a cidade mais acessível e acolhedora. Agora, é possível conseguir reservas de última hora em alguns restaurantes de renome internacional ou um quarto em hotéis antes sempre lotados.

Mais informações e imagens da região asiatica podem ser obtidos por arquivos em PPT nos links abaixo:
http://www.4shared.com/document/SFqBFlPX/Asia_Misteriosa_1.html
http://www.4shared.com/document/cQmIE2AH/Asia_Misteriosa.html
http://www.4shared.com/document/glfzEKyb/China_1.html
http://www.4shared.com/document/Kx2WSG-e/China.html
http://www.4shared.com/document/Dj0Naq85/Shangai_-Yangsha.html
http://www.4shared.com/document/wj0Z8t_4/Shangai.html
http://www.4shared.com/document/YP-4zIaG/Taiwan_Orchid_Show.html

Nenhum comentário:

JcSHOW

Seguidores

Onde está o rei!

JC no Youtube

Loading...

No you, it´s 4shared